É possível reduzir os custos de logística para os clientes com maior atuação local, ou seja, tratar o resíduo na sua origem, sem a necessidade de grandes deslocamentos dos resíduos, através da atuação em rede.

Esta é a proposta da Circular Brain, de São Paulo, uma startup de tecnologia e soluções digitais criada para capacitar empresas do segmento por meio de uma rede colaborativa que aproxima e traz oportunidades de negócios para os recicladores/destinadores e geradores de resíduos eletrônicos.

As negociações são feitas por meio da Think Circular, uma plataforma online que funciona como se fosse um único processador ambiental (manufatura reversa, recondicionamento e reciclagem) com unidades em todo o país. “Assim, toda a rede estará à disposição dos parceiros, multiplicando sua capacidade operacional e geográfica”, diz o Marcus William Oliveira, CIO da Circular Brain. Segundo ele, trata-se da primeira plataforma do mundo a reunir soluções digitais como logística reversa (pós-venda e pós-consumo), segurança da informação, reúso, reciclagem e disposição final de produtos complexos. Tudo é desenvolvido sobre um algoritmo de rastreabilidade que centraliza as informações dos fluxos dos produtos e materiais, gerando assim de forma inteligente e automatizada relatórios para comunicação de stakeholders, centralizados em um portal para solicitação de coletas e acompanhamento dos processos de descarte.

“Cada peer é beneficiado com serviços e melhores oportunidades comerciais”, diz. O modelo de negócio da Circular Brain, oferecido para recicladores no Brasil, gera uma taxa de retorno sobre o investimento que pode superar 30 vezes em sete anos. Estima-se que mais de 10 mil toneladas de resíduos de equipamentos eletroeletrônicos serão processadas pela operação parceira da Circular Brain em um prazo de cinco anos.

 



Mais Notícias RTI



Naxi lança planos de Internet de até 6 Gbit/s para clientes residenciais

Provedor de Jaraguá do Sul utiliza tecnologia XGS-PON da Venko Networks.

14/01/2022


Santa Catarina terá programa para levar fibra óptica ao meio rural

Investimentos previstos são de R$ 100 milhões nos próximos dois anos.

14/01/2022


Scala Data Centers inicia construção simultânea de dois data centers no Brasil

Sites entrarão em operação ainda em 2022.

18/01/2022