O Projeto Temático "Redes de comunicações sem fio de 5ª geração e emprego de nuvens: Novos conceitos, algoritmos e aplicações” oferece duas oportunidades de pós-doutorado com bolsas da Fapesp. As inscrições devem ser feitas até 23 de outubro de 2020.

Os pós-doutorandos terão atividades no Programa de Engenharia Elétrica da PUC-Rio - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e intercâmbio com parceiros nacionais e estrangeiros, além de participar de conferências internacionais.

O projeto temático faz parte de um acordo entre a Fapesp, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e o Ministério das Comunicações, que apoia projetos de pesquisa científica e tecnológica para o desenvolvimento da Internet no Brasil.

O tema do estudo das bolsas de pós-doutorado é na área de comunicações sem fio e abordará tópicos como massive MIMO, técnicas de processamento de sinal de baixa resolução, pré-codificação e design do receptor, segurança da camada física e codificação de canal: LDPC e códigos polares.

Os candidatos devem ter doutorado em engenharia elétrica e eletrônica ou áreas relacionadas. Eles deverão ter publicado em periódicos como IET, IEEE e Eurasip.

As oportunidades de pós-doutorado estão abertas a brasileiros e estrangeiros. Os selecionados receberão bolsa no valor de R$ 7373,10 mensais e reserva técnica equivalente a 15% do valor anual da bolsa para atender a despesas imprevistas e diretamente relacionadas à atividade de pesquisa. Caso os bolsistas residam em domicílio fora da cidade na qual se localiza a instituição-sede da pesquisa e precisem se mudar, poderão ter direito a um auxílio-instalação. Informações em www.fapesp.br/oportunidades/3885.



Mais Notícias RTI



Oi e Faro Energy fecham parceria para uso de energia solar em Minas Gerais

Com capacidade de mais de 21 GWh/ano, usinas vão atender quase 2 mil unidades da operadora.

07/12/2020


Laboratório de certificação em 5G do CPQD será inaugurado em dezembro

Espaço terá como foco a segurança cibernética das redes 5G.

07/12/2020


Empresas brasileiras adotam serviços de nuvem pública durante a pandemia

Segundo relatório, empresas buscam flexibilidade e escalabilidade.

07/12/2020