O Grupo Marajoara Alimentos, produtora de laticínios com sede em Hidrolândia, GO, resolveu aderir a um programa interno para tratar os efluentes gerados em suas fábricas. Desde 2013, a empresa utiliza o método de flotação. “A técnica garante um alto grau de pureza, com índices bem acima dos 60% previstos na legislação ambiental. Isso nos dá muita tranquilidade ao retornar essa água para o meio ambiente”, explica André Luiz Rodrigues Junqueira, presidente do Grupo Marajoara.

As impurezas retiradas são transformadas em biomassa, fornecida gratuitamente para produtores rurais como fertilizante. Mensalmente, o processo de tratamento de água da Marajoara gera cerca de 300 toneladas de adubo por mês. “O efluente da indústria de laticínios tem uma carga orgânica muito alta. Um dos desafios é encontrar um método adequado para fazer esse tratamento, em especial quando se usa uma enorme quantidade de água. Felizmente aqui na Marajoara conseguimos fazer esse processo e ainda geramos essa biomassa que vira fertilizantes para produtores locais”, explica o gerente de indústria da Marajoara, Antônio Júnior Vilela.

Segundo ele, são cerca de 40 mil litros tratados por hora em um sistema que funciona 24 horas por dia. Toda a água gerada pelas fábricas, desde aquela que sai do próprio leite, que naturalmente já é composto por mais 87% de água, até a usada na lavagem industrial de máquinas e na limpeza em geral, passa pelo sistema.



Mais Notícias HYDRO



Projeto do Museu Água em São Paulo está aberto para patrocinadores

Empresas apoiadoras podem usar leis de incentivo fiscal.

22/06/2021


Tigre aposta em saneamento com oferta de estação de tratamento de esgoto unifamiliar

Solução reduz o custo de implantação em 40% e de operação em 30% comparado ao conceito tradicional.

22/06/2021


Sabesp automatiza processo de pesagem

Com as soluções da Toledo, há melhor controle da entrada e saída dos materiais, em especial de produtos químicos.

22/06/2021