A Sabesp anunciou o início das operações da usina de energia solar de Orindiúva, SP, com potencial de geração de 1,9 milhão de kWh/ano, volume suficiente para abastecer 780 residências do munícipio, o que corresponde a 44% da população.

A usina faz parte de um programa estruturado pela Sabesp para uso da energia fotovoltaica como fonte limpa e renovável, reduzindo custos. “Com este exemplo, estamos trabalhando dentro da renovação da nossa matriz energética, diminuindo a emissão de poluentes e carbono, além de trazer eficiência no gasto público”, destaca Marcos Penido, secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente do estado de São Paulo.

A energia produzida na usina compensará créditos com consumo de eletricidade que a Sabesp utiliza em suas instalações operacionais no município e em mais seis cidades da região. O elevado índice de irradiação solar local, com média anual superior a 5 kWh/m²/dia, foi um dos fatores que viabilizaram o empreendimento. Orindiúva é um município operado pela Unidade de Negócio Baixo Tietê e Grande da Sabesp e fica próximo a São José do Rio Preto.

“Esse processo da energia distribuída através das usinas fotovoltaicas é algo inovador que a Sabesp traz para o mercado de saneamento. Uma solução interessantíssima tanto do ponto de vista ambiental quanto econômico”, afirma Benedito Braga, diretor-presidente da companhia.

O Programa de Geração de Energia Fotovoltaica por Geração Distribuída tem investimentos da ordem de R$ 250 milhões financiados pelo BID Invest para a implantação de 33 usinas fotovoltaicas em áreas da companhia contíguas às instalações operacionais, principalmente no interior de São Paulo. Com potência entre 1 a 4 MW, as unidades totalizarão cerca de 73 MWp de potência instalada. A energia gerada será suficiente para suprir 4,5% de todo o consumo da Sabesp ou 60% de todo o consumo elétrico em baixa tensão, trazendo uma economia de cerca de R$ 50 milhões/ano.



Mais Notícias HYDRO



Portaria legaliza o uso de poços e águas subterrâneas

Segundo a ABAS, a GM/MS 888 corrige distorções e traz avanços importantes.

15/06/2021


Assembleia Legislativa de São Paulo aprova criação de unidades regionais de saneamento

Projeto impõe metas de universalização de água e esgoto no Estado.

15/06/2021


BNDES fará estudos para ampliar saneamento no Paraíba

Banco assinou contrato de estruturação de projeto com o Governo do Estado.

15/06/2021