Foi lançado no dia 23 de janeiro o programa Trata Bem Manaus, que vai garantir a universalização dos serviços de coleta e tratamento de esgoto em Manaus, AM, uma iniciativa da concessionária Águas de Manaus, empresa da Aegea Saneamento, em parceria com a Prefeitura de Manaus

“Estamos vivendo um momento histórico. Desde que a Águas de Manaus começou a operar na cidade, a qualidade de vida da população melhorou. Agora, com este plano de desenvolvimento do esgoto, temos a convicção de que teremos um futuro mais promissor. Os investimentos que a empresa já fez e que irá fazer refletem diretamente na melhoria da qualidade de vida, dos índices de saúde e na dignidade das pessoas”, destacou o prefeito de Manaus, David Almeida.

Trata Bem Manaus é resultado de uma série de estudos realizados nos últimos anos, que consideraram as particularidades geográficas e dos corpos hídricos. Essas análises apontaram a implementação de microbacias como a solução mais eficaz para que o acesso ao serviço de esgoto seja expandido de maneira mais rápida na cidade. O programa contempla investimentos de aproximadamente R$ 2 bilhões até 2033.

As microbacias possibilitam a divisão da cidade em diversas áreas onde funcionarão as ETEs - Estações de Tratamento de Esgoto de todos os portes. Essas estações serão responsáveis pelo tratamento do esgoto bruto coletado nas residências de cada região, devolvendo a água limpa para os igarapés. O método das microbacias considera a mudança de níveis topográficos em vários pontos da capital amazonense, com ações que foram modeladas de forma específica, conforme a capacidade de cada igarapé. Ao longo da execução do plano de expansão, serão implementadas 166 microbacias em todas as zonas de Manaus.  

Para alcançar a universalização do serviço, a Águas de Manaus fará a implantação de mais de 2700 km de redes coletoras de esgoto nos próximos anos, além de obras de implantação e ampliação de pelo menos 70 ETEs, espalhadas por todas as zonas da cidade.

“Este é o momento que reforçamos nosso compromisso com o futuro da cidade, que afirmamos nosso objetivo de seguir conectando as pessoas ao saneamento e garantindo saúde, dignidade e qualidade de vida para a população, além de respeitar o meio ambiente e contribuir para a recuperação dos nossos meios hídricos”, afirmou o diretor-presidente da concessionária Águas de Manaus, Diego Dal Magro. 

O trabalho será dividido em três etapas. Na primeira, que irá até 2027, a capital chegará ao dobro da atual cobertura de esgoto, com 60% de alcance. Neste período, serão instalados mais de 1000 km de rede coletora de esgoto. A estimativa é que aproximadamente 940 mil pessoas sejam beneficiadas no período.

Na segunda etapa, de 2028 a 2033, serão implantados mais de 1100 km de rede, que irão beneficiar aproximadamente 504 mil pessoas.

Ao final do período, o serviço estará universalizado na cidade. A terceira etapa será realizada entre 2033 e 2045, com a manutenção da universalização do serviço. Ou seja, as equipes da concessionária seguirão com o acompanhamento do crescimento da cidade e a implantação de redes e estruturas em novas comunidades que forem criadas.

Todas as obras são realizadas em alinhamento com a Prefeitura de Manaus. Além disso, os bairros que recebem essas obras são visitados por equipes de conscientização, que passam de porta em porta com informações e tirando dúvidas dos moradores sobre a implantação do serviço.



Mais Notícias HYDRO



Higra gera energia em tubulação de água

Economia anual para CAJ - Companhia Águas de Joinville será de R$ 300 mil.

27/02/2024


Com desestatização, Sabesp vai investir mais de R$ 157 bilhões na Grande São Paulo até 2060

Plano prevê atendimento a áreas rurais e bairros mais pobres das 37 cidades atendidas na região.

26/02/2024


A expertise da Cetrel no Zoneamento Hídrico e seu importante papel na gestão integrada de recursos

A empresa, com atuação desde 1978, é reconhecida nacionalmente por suas práticas inovadoras em água, efluentes e reúso, abrangendo setores que vão desde a indústria química e petroquímica até a farmacêutica e de cosméticos.

26/02/2024