A BRK Ambiental, empresa privada do setor de saneamento básico, anunciou o início das operações da usina de energia solar de Timon, no Maranhão, com capacidade de produzir cerca de 4000 MWh/ano para as operações das unidades de baixa tensão de água e esgotamento das cidades de Paço do Luminar e São José de Ribamar.

O sistema que acaba de ser entregue corresponde a 40% do projeto idealizado entre a BRK Ambiental e a Athon Energia, empresa que atua nas áreas de energia renovável e eficiência energética, em especial nos segmentos de autoprodução, geração distribuída e mercado livre.

Ao ser concluído, a obra vai contar com duas usinas solares, instaladas nas cidades de Timon e Matões, e vai garantir a geração de 10 mil MWh/ano. A responsável pelo investimento é a Athon Energia, com um valor total de R$ 25 milhões, parcialmente financiado por títulos de dívida verde (green bonds).  

Com a implantação, a BRK Ambiental vai ampliar o compromisso de implantar projetos capazes de aumentar a consciência ambiental, reforçar a capacidade de investimento no Maranhão, por meio da economia gerada com custos energéticos, além de aumentar a oferta em determinadas regiões do Estado, devido à energia injetada pela usina no sistema da concessionaria.

A energia elétrica é um dos insumos mais importantes para a operação do saneamento. “Com o novo sistema operacional adotado pela BRK Ambiental, as usinas vão gerar 55% do volume de energia consumida nas operações no Maranhão, volume suficiente para atender cerca de 15 mil pessoas”, destaca Gustavo van Deursen, engenheiro da BRK Ambiental.



Mais Notícias HYDRO



Levantamento aponta aumento no número de ETEs no Brasil

No entanto, somente 36% dos municípios possuem tratamento de esgotos.

04/08/2020


Tecnologia inglesa blinda embalagens e produtos plásticos contra o coronavírus

Aditivo pode ser aplicado na fabricação de tubos de água.

04/08/2020


Biotecnologia para caixas de gordura

Bactérias podem reduzir o volume das caixas em até 70% em 30 dias.

04/08/2020