A Saint-Gobain Canalização conquistou o certificado de Neutralidade de Carbono emitido pela ABNT, referente ao balanço das suas emissões e remoções de CO2 (escopo 1, emissões diretas de CO2e, e escopo 2, emissões indiretas de CO2e) em seus processos industriais. Um estudo feito pela consultoria Plantar Carbon nas fábricas Saint-Gobain Canalização Latam (Barra Mansa, RJ, foto,  e Itaúna, MG) e PAM Bioenergia (Bom Jardim de Minas, MG) demonstrou que, entre janeiro e dezembro de 2021, a remoção de carbono proveniente das florestas foi superior às emissões da companhia, resultando em um sumidouro de cerca de -100 mil toneladas de CO2e no mesmo período.

Destaque no setor por utilizar carvão vegetal, um combustível renovável, em seu processo produtivo, ao invés do “coque”, um produto fóssil do carvão mineral e muito poluidor, a Saint-Gobain Canalização tem metas ambiciosas em relação à emissão de CO2 para os próximos anos: até 2030, a empresa pretende reduzir em 33% a emissão CO2 (escopo 1 e 2) e em 16% a emissão CO2 (escopo 3) e alcançar o NET Zero até 2050. “Entendemos que a neutralização através de florestas contribui para o meio ambiente, mas não é o suficiente para o nosso objetivo. Estamos atuando fortemente na redução de emissões através de diversas iniciativas e projetos, os quais são devidamente acompanhados pelo Comitê de Sustentabilidade”, diz a diretora de Sustentabilidade da empresa Bruna Lacerda.



Mais Notícias HYDRO



Usina de dessalinização é opção para enfrentar escassez de água no litoral paulista

Estação de Ilhabela será a primeira no estado de São Paulo a tratar água do mar para potabilização.

18/06/2024


Sanor usará drone em projeto para melhorar abastecimento de água na cidade

Tecnologia garante agilidade e eficiência no mapeamento para a modelagem hidráulica.

18/06/2024