A Sabesp identificou a oportunidade de promover o aproveitamento energético disponível em suas instalações de maneira inovadora, limpa e renovável com a instalação de usinas solares fotovoltaicas.

No total serão 34 usinas e a geração de 67 MW de potência instalada nas áreas operacionais disponíveis da Sabesp, em sua maioria ETEs - estações de tratamento de esgotos do tipo lagoa de estabilização, que possuem terrenos ociosos. O total corresponde a 4,5% de toda a energia consumida na Sabesp ou o consumo de 65.200 residências.

Os equipamentos são produtores de energia de fonte limpa e sustentável de eletricidade, sem emissão de gases de efeito estufa e com baixo impacto ambiental, contribuindo para a ampliação da produção de energia renovável e diversificação da matriz energética da Sabesp. 

A expectativa é iniciar a produção de energia já no segundo semestre de 2020.

A ETE de Mogi Mirim foi a primeira instalação de saneamento no país a adotar a produção de energia solar em parceria com a Sabesp e a SESAMM - Serviços de Saneamento de Mogi Mirim.



Mais Notícias HYDRO



Estação da Copasa trata mais de 70% da água lançada na Lagoa da Pampulha

Em média, são retiradas mensalmente mais de 25 toneladas de resíduos sólidos dos córregos Ressaca e Sarandi.

10/06/2024


Dia Mundial do Meio Ambiente: empresas e municípios paulistas acessam linhas de crédito da Desenvolve SP

Agência paulista financiou mais de R$ 64,5 milhões em projetos de sustentabilidade nos últimos 16 meses.

10/06/2024


Bentley abre inscrições para Infraweek Brasil 2024

Evento online e gratuito apresentará projetos inovadores e tendências na área de tecnologia de infraestrutura.

10/06/2024