Desde o início de dezembro, a população já pode acessar o GIS - Sistema de Informação Geográfica da Atibaia Saneamento, programa que acompanha o desenvolvimento da rede de esgoto no município, em todos os seus 399 km de extensão. O recurso aprimora a comunicação entre a empresa e os munícipes, dispondo de informações sobre os trechos em obras, além de permitir a visualização das áreas em construção e destinadas a futuros projetos.

Ao entrar na plataforma, o cidadão pode segmentar a busca, filtrando as camadas que deseja exibir, ou seja, onde estão localizadas as ETEs - Estações de Tratamento de Esgoto, elevatórias, coletores-tronco e até os poços de visitas. Na base de dados do GIS, por exemplo, é possível prever quais ruas serão ligadas à rede e o andamento do atendimento conforme a região, pois estão cadastradas 17 elevatórias e quatro ETEs ativas em operação, mais oito coletores-tronco e centenas de poços de visita.

Para a superintendente da SAAE, Fabiane Santiago, o uso da tecnologia representa um grande avanço na modernização do setor de saneamento e diálogo com a população. “Estamos felizes por contar com essa parceria para crescer ainda mais rumo à universalização da coleta e tratamento de esgoto no município”, disse.

Além dessa ferramenta, a empresa disponibiliza por meio do recurso do QR Code (Quick Response Code) as informações de grandes obras de esgotamento sanitário que ocorrem na cidade. Ao acessar esse código, o munícipe consegue saber, por exemplo, por quanto tempo aquela via vai estar interditada e buscar uma rota de desvio adequada.

A Atibaia Saneamento é uma PPP - Parceria Público-Privada com duração de 30 anos junto à Saneamento Ambiental de Atibaia (SAAE). Desde 2017, faz parte da Iguá Saneamento, companhia presente em seis estados brasileiros com 19 operações e que alcança 7,2 milhões de pessoas.



Mais Notícias HYDRO




Suez Water implantará plantas de água industrial em nova fábrica da Suzano no Mato Grosso do Sul

Estações destinam-se ao tratamento de água industrial, consumo potável e água desmineralizada.

18/01/2022


ANA publica 1º manual orientativo sobre normas de referência no setor de saneamento

Documento aborda cobrança pela prestação do serviço público de manejo de resíduos sólidos urbanos.

18/01/2022