Muitas edificações, comunidades e bairros inteiros ficam distantes ou acima das redes coletoras de esgoto, dificultando a correta destinação dos resíduos gerados. As estações elevatórias compactas de esgoto Sanifos, desenvolvidas pela empresa francesa SFA Sanitrit, com escritório em São Paulo desde 2014, podem resolver esse problema para construtoras e empresas de saneamento de forma rápida e simples.

“O sistema é plug and play e dispensa grandes obras civis”, diz Xavier Desrousseaux, diretor da SFA Sanitrit. Com reservatório de polietileno, a elevatória é fornecida completa, já equipada com bomba Vortex, propulsor semiaberto ou bomba antientupimento com sistema de trituração de alto rendimento, além de registro dupla união, válvulas de retenção, correntes para içamento das bombas e painel de comando. Com isso, pode ser instalada em apenas um dia, aumentando a produtividade e reduzindo de forma significativa o custo de infraestrutura e de mão de obra em relação às soluções convencionais de alvenaria.

Com capacidades de 110 a 3100 litros, a elevatória é fornecida para instalação subterrânea ou sobre o piso, monofásica ou trifásica. A SFA oferece ainda dois anos de garantia e serviço de start up e comissionamento como opção.

Entre seus clientes está o SAAE de Itabirito, MG, que adquiriu uma unidade de 1600 litros. “Nossas estações permitem recolher o esgoto de pequenos bairros localizados em áreas com soleira negativa e recalcar o esgoto até rede pública, reduzindo o lançamento irregular”, diz.

Uma outra obra foi realizada com a Athie Wohnrath, construtora de São Paulo, que instalou uma elevatória de 1300 litros na Robertet, indústria de fragrâncias com sede em Barueri, SP. “A elevatória da SFA Sanitrit capta e bombeia o esgoto até a ETE mais próxima”, diz o diretor. Segundo ele, é cada vez maior o interesse de construtoras para ligar supermercados, restaurantes, galpões, postos de gasolina e academias que ficam longe ou acima das instalações sanitárias.



Mais Notícias HYDRO



Portaria legaliza o uso de poços e águas subterrâneas

Segundo a ABAS, a GM/MS 888 corrige distorções e traz avanços importantes.

15/06/2021


Assembleia Legislativa de São Paulo aprova criação de unidades regionais de saneamento

Projeto impõe metas de universalização de água e esgoto no Estado.

15/06/2021


BNDES fará estudos para ampliar saneamento no Paraíba

Banco assinou contrato de estruturação de projeto com o Governo do Estado.

15/06/2021