A Cagece - Companhia de Água e Esgoto do Ceará garantiu a captação de R$ 775,9 milhões em investimentos a serem aplicados em sistemas de abastecimento e produção de água e de coleta e tratamento de esgoto em Fortaleza e outros 19 municípios cearenses. O montante foi captado por meio de debêntures, um tipo de título de crédito, e deve ser investido em execução de obras no período máximo de dois anos.

As melhorias beneficiarão cerca de 2,5 milhões de pessoas e vão possibilitar o aumento da cobertura de esgoto, otimização do tratamento e distribuição de água, bem como a redução das perdas de água nos sistemas. Os recursos terão foco na universalização dos serviços dentro do prazo estabelecido pelo novo Marco Legal do Saneamento. Para aplicação do investimento, o corpo técnico da companhia está trabalhando em estratégias para dar celeridade aos projetos e empreendimentos em toda a companhia.

Entre os projetos previstos estão: redução de perdas; aquisição e substituição de hidrômetros e instalação de Distritos de Medição de Controle (DMCs) em Fortaleza, Itaitinga, Juazeiro do Norte e Pacatuba; ampliação do sistema de esgoto de Fortaleza; construção da estação de tratamento de esgoto Cocó; adutora de Maracanaú e Maranguape; nova estação de tratamento de água para o sistema integrado Horizonte-Pacajus-Chorozinho, entre outros projetos e empreendimentos.

Conforme o presidente da Cagece, Neuri Freitas, conseguir um recurso dessa ordem para investir em obras é histórico para a companhia. “Temos R$ 775,9 milhões para obras, isso é marcante na história da companhia. Nosso desafio agora é concluir todos os projetos e licitações e executar de forma rápida. É uma nova modelagem de captação de recursos e de aplicação em investimentos, já dentro dessa ideia do novo Marco Legal, que temos que buscar fontes alternativas para universalizar os serviços”, informou.

 



Mais Notícias HYDRO



Portaria legaliza o uso de poços e águas subterrâneas

Segundo a ABAS, a GM/MS 888 corrige distorções e traz avanços importantes.

15/06/2021


Assembleia Legislativa de São Paulo aprova criação de unidades regionais de saneamento

Projeto impõe metas de universalização de água e esgoto no Estado.

15/06/2021


BNDES fará estudos para ampliar saneamento no Paraíba

Banco assinou contrato de estruturação de projeto com o Governo do Estado.

15/06/2021