A Saneouro, consórcio formado pelas empresas GS Inima Brasil, MIP e EPC, desde 2020 responsável pela prestação dos serviços de água e esgoto da cidade histórica mineira de Ouro Preto, MG, com 74 mil habitantes, vem realizando uma série de manutenções nos reservatórios de água com o objetivo de diminuir as perdas no sistema e garantir a segurança e estabilidade hídrica.

Além da universalização dos serviços, que atendem hoje 88% dos moradores com água potável, coletam o esgoto de 67% e tratam apenas 0,7%, outro compromisso da concessionária é o de sanar o problema da intermitência no abastecimento, agravado pela ausência de medição de consumo de água da população, e redução do volume de perdas, hoje estimado em 50%.

São diversas ações que tiveram início em 2020 e que ainda estão em andamento. “Contratamos uma empresa especializada para a recuperação das estruturas dos reservatórios que apresentavam maior vazamento. A perda era muito grande devido às condições das estruturas, que são antigas e não receberam a manutenção adequada ao longo dos anos. Por não termos ainda macromedições, não conseguimos medir o volume exato, mas estimamos uma redução aproximada de 10 L/s de água, ou seja, são 864 mil L/dia que estamos deixando de jogar fora”, enfatiza o coordenador de operações, Denis Monteiro.

Outra ação é a limpeza e desinfecção dos reservatórios. Foi elaborado um cronograma e esta ação passa a ser contínua dentro da operação da Saneouro. O trabalho gera mais segurança na qualidade da água distribuída à população. “A reservação da água é um processo muito importante. Com o tempo, pode ocorrer a deposição de partículas e incrustações nas estruturas. É fundamental a regularidade da limpeza e pelo mesmo motivo que sempre destacamos a importância de o morador também lavar suas caixas d’água”, explica Bianca Santiago, encarregada de produção.



Mais Notícias HYDRO



Projeto do Museu Água em São Paulo está aberto para patrocinadores

Empresas apoiadoras podem usar leis de incentivo fiscal.

22/06/2021


Tigre aposta em saneamento com oferta de estação de tratamento de esgoto unifamiliar

Solução reduz o custo de implantação em 40% e de operação em 30% comparado ao conceito tradicional.

22/06/2021


Sabesp automatiza processo de pesagem

Com as soluções da Toledo, há melhor controle da entrada e saída dos materiais, em especial de produtos químicos.

22/06/2021