A Sanepar está realizando estudos de aplicação da tecnologia de nanobolhas para melhorar a qualidade da água das lagoas do Passeio Público, de Curitiba, PR. O processo faz parte de um projeto de inovação realizado pela companhia, em parceria com a Prefeitura de Curitiba e com a Best Ambiental, empresa licenciada para trabalhar com essa tecnologia.

A água da lagoa do Passeio Público é captada, filtrada e recebe a aplicação de nanobolhas num contêiner. Depois, essa água tratada volta para a lagoa e dá continuidade ao processo, uma vez que as nanobolhas atuam durante longos períodos, deixando a água limpa.

As nanobolhas possuem o tamanho de um milionésimo de milímetro e, portanto, não podem ser vistas a olho nu. Por terem tamanho reduzido, elas concentram e estabilizam alto volume de oxigênio no meio líquido por dias. Essa atuação remove altas taxas de matéria orgânica, bactérias, vírus, fungos e algas. O sistema dispensa o uso de aditivos químicos, pois utiliza como insumos apenas ar e energia elétrica, não gerando resíduos impactantes no meio ambiente.

Os estudos com a aplicação de nanobolhas serão realizados no Passeio Público durante quatro meses. Após esse período, a companhia fará a avaliação desta tecnologia também em sistemas de tratamento de esgoto.



Mais Notícias HYDRO



Projeto do Museu Água em São Paulo está aberto para patrocinadores

Empresas apoiadoras podem usar leis de incentivo fiscal.

22/06/2021


Tigre aposta em saneamento com oferta de estação de tratamento de esgoto unifamiliar

Solução reduz o custo de implantação em 40% e de operação em 30% comparado ao conceito tradicional.

22/06/2021


Sabesp automatiza processo de pesagem

Com as soluções da Toledo, há melhor controle da entrada e saída dos materiais, em especial de produtos químicos.

22/06/2021