O complexo turístico Magic City, localizado em Suzano, SP, um dos parques aquáticos mais visitados no país no último ano, está implementando uma série de ações voltadas para a preservação do meio ambiente.  Entre as novidades está a ampliação das Ekos Suítes (foto), conceito de hospedagem sustentável, que dobrará sua capacidade, chegando a 32 quartos. As Eko Suítes são instaladas em contêineres, construção do tipo seca que gera menos resíduos e menor uso de água, e contam com energia solar e sistema de tratamento térmico de alta eficiência. Há também aproveitamento da água de chuva para limpeza e rega de plantas.

“A ideia é que, até o fim de 2021, tenhamos 82 apartamentos nesse novo modelo em funcionamento. Estamos trabalhando para ampliar todo o nosso setor de hotelaria, inaugurando 50 novos apartamentos por ano, nos próximos 10 anos”, afirma Paulo Kenzo, presidente do conselho do Magic City. Atualmente, duas pousadas já compõem a ala de hospedagem do complexo. A primeira a ser inaugurada foi a pousada Magic City, hoje com 64 quartos. Já a segunda é a pousada UpVille, localizada a 1,5 mil metros do parque aquático. A estadia soma 14 suítes e também utiliza energia solar e aproveitamento de água da chuva, com capacidade de armazenamento de cerca de 600 litros, que deverá dobrar nos próximos meses, passando a representar 30% da água consumida.

O Magic City está instalado na Mata Atlântica, em uma área de 350 mil m², e organiza diversos projetos voltados para a preservação do meio ambiente. Nas piscinas, a água é 100% reutilizada. Ionizadores nas casas de máquinas geram íons de cobre que são inseridos na tubulação para eliminar algas e bactérias. Há ainda a desinfecção com cloro, bromo e iodo.

Além do reúso da água, são realizadas ações como plantio de árvores nativas e doações de mudas para a região de Suzano. Também há projetos para instalação de usinas de energia fotovoltaica para estimular o uso de energia limpa nos próximos anos. “Pretendemos, a curto prazo, instalar pequenas usinas para abastecer algumas áreas do complexo. E futuramente, usinas maiores para atender toda a estrutura”, finaliza Kenzo.



Mais Notícias HYDRO



Portaria legaliza o uso de poços e águas subterrâneas

Segundo a ABAS, a GM/MS 888 corrige distorções e traz avanços importantes.

15/06/2021


Assembleia Legislativa de São Paulo aprova criação de unidades regionais de saneamento

Projeto impõe metas de universalização de água e esgoto no Estado.

15/06/2021


BNDES fará estudos para ampliar saneamento no Paraíba

Banco assinou contrato de estruturação de projeto com o Governo do Estado.

15/06/2021