Bioplásticos



Alternativas sustentáveis, os bioplásticos estão sendo cada vez mais cogitados para a fabricação de embalagens e descartáveis. Confira o panorama da oferta desses materiais, originários de fontes renováveis e classificados em dois grandes grupos: os que são de fato biodegradáveis e os que são recicláveis.




Os transformadores do ramo de embalagens e de descartáveis têm enfrentado uma verdadeira cruzada mundial contra o uso dos plásticos, com algumas localidades brasileiras já propondo prazos para extinguir o uso desses materiais na fabricação de itens de uso único. Isso tem obrigado empresas a procurarem materiais alternativos, o que abre caminho para o uso dos biopolímeros, mais amigáveis em relação ao meio ambiente, respondendo ao apelo dos consumidores. Este guia apresenta alguns fornecedores desses materiais, originários de fontes renováveis e classificados aqui em dois grandes grupos: os que são de fato biodegradáveis e os que são recicláveis. Ambos são opções válidas, levando-se em conta a aplicação e a destinação que se tem em mente para os produtos ao final de sua vida útil.







Compartilhe:


bioplastico, fonte renovavel, biobased, biodegradavel, polimero amido, polilactatos (pla), polihidroxialcanoato (pha), polihidroxibutirato (phb), compostabilidade, aerobica, anaerobica, hidrossoluvel, tempo degradação total dias, fonte renovavel, biobased, reciclavel, não biodegradavel, baseado etanol, baseado celulose, % material origem renovável, embalagem alimento, norma, en 13432, astm 6400, abnt 15448-1, abnt 15448-2, injeção, extrusão, sopro, termoformação, rotomoldagem


Voltar