EllaLink, que opera o cabo submarino entre Fortaleza, CE, e Sines, em Portugal, acaba de fechar uma parceria com a IP Telecom, que vai viabilizar conexões de empresas situadas no Brasil ao ecossistema de transporte e trânsito IP na Europa.

“Trata-se de uma parceria em que os dois lados ganham”, afirma Rafael Lozano, gerente de Brasil da EllaLink. “Nosso objetivo é disponibilizar a rede de fibra óptica, que suporta a transmissão de grande quantidade de dados com baixa latência, para que a IP Telecom estimule empresas brasileiras a investir em conectividade internacional, trazendo diretamente os conteúdos asiáticos e europeus, que estão alocados na Europa e fornecendo alta qualidade e disponibilidade de serviço”, acrescenta Lozano.

Inaugurado em junho, após investimento de R$ 1 bilhão, o cabo EllaLink dispõe de 100 Tbit/s de capacidade em quatro pares de fibras diretas. Antes, a grande maioria das conexões entre Brasil e Europa era feita via EUA. A nova rota direta, de 6 mil km sob as águas do Atlântico, permite reduzir em 50% a latência, beneficiando a performance de negócios digitais, serviços em nuvem, bancos eletrônicos, mídia de entretenimento e jogos online entre Brasil e Europa.

Esse diferencial chamou a atenção da IP Telecom, que pretende aproveitar os hubs de conexão da EllaLink nos dois lados do Atlântico, estendendo a transmissão de dados de Sines a Lisboa, Madri e Marselha, do lado europeu; e da capital cearense para São Paulo e Rio de Janeiro, no Brasil, para oferecer essa extensão para empresas clientes no Brasil, por meio de um modelo de negócios B2B.

O objetivo da IP Telecom é abordar as operadoras competitivas que atuam nas Regiões Norte e Nordeste, interessadas em fazer conexão entre Europa e Fortaleza.

A IP Telecom pode oferecer a esses clientes dois modelos de serviço. O primeiro deles é o Trânsito IP, pelo qual a IP Telecom fornece acesso diferenciado aos principais servidores de conteúdo espalhados pela Europa. O outro modelo é o de Transporte:  o cliente paga pelo uso de parte da capacidade do cabo EllaLink, mas precisa fazer investimento de equipamento no data center da Europa para conectar a empresa que tem o conteúdo com a rede para viabilizar o tráfego de dados.

Para a IP Telecom, a parceria vai complementar uma demanda de clientes corporativos, interessados em se conectar com a Europa. “A busca por alta qualidade em conectividade atende à demanda de um público específico”, afirma o CEO da IP Telecom, Jefferson Carvalho.

Segundo ele, juntamente com a parceria, a IP Telecom inaugurou dois novos POPs - Pontos de Presença, em Fortaleza e Madri. Fundado em 2007, o Grupo IP Telecom iniciou suas atividades nos Estados Unidos e hoje agrega quatro empresas. O braço brasileiro, que opera a partir de Teresina, PI, oferece soluções em tecnologia para os diversos segmentos, entre eles o corporativo (principal alvo da parceria com a EllaLink), governo, provedores de Internet, residências e condomínios.





Mais Notícias RTI



ALLREDE incorpora mais cinco provedores no Centro-Oeste

Empresa alcança 152 mil clientes.

07/12/2021


OneX Data Centers do Brasil inaugura data center no Vale do Aço mineiro

Objetivo é prover serviços de nuvem.

07/12/2021


IProject apresenta dois novos produtos na ABRINT 2021

Com soluções inovadoras, a iProject TI chega à ABRINT com grandes novidades.

07/12/2021