A montadora de automóveis Mazda Corporation adotou o plástico de engenharia de base biológica chamado Durabio, da Mitsubishi Chemical, na fabricação de peças externas de seus veículos, a exemplo do Roadstar RF, que foi introduzido no mercado em dezembro de 2016.

 

As duas companhias, ambas japonesas, desenvolveram em conjunto um grade de Durabio, com alta resistência aos raios UV, aplicado em peças do exterior de veículos sem necessidade de revestimento. O Durabio é um biopolímero de engenharia transparente que combina grande parte das propriedades do policarbonato (PC) e do acrílico (PMMA), mas que possui origem vegetal, sendo obtido a partir do isossorbídeo proveniente de plantas. O isosorbídeo, por sua vez, pode ser classificado como um monômero derivado da glicose que pode originar uma variedade de materiais poliméricos ou ser incorporado devido à sua rígida estrutura molecular.

 

Essa rigidez atribui ao Durabio alta resistência ao impacto, equivalente à do PC em testes sem entalhe. Além dessas características, o material é facilmente pigmentado, apresentando alto brilho e alta resistência à abrasão. O Roadstar RF é o quinto modelo da marca a utilizar o material que também é aplicado em outros modelos da marca.

 

#bioplastico #biopolímero