Religadores e seccionalizadores



Os religadores e seccionalizadores contribuem para isolar um segmento de linha afetado, preservando o resto do sistema. Favorecem assim para que a continuidade de operação seja a máxima possível. Este guia apresenta a oferta de fornecedores desses equipamentos que atuam no mercado brasileiro. Traz informações como número de polos, faixa de corrente e tensão nominais, grau de proteção, etc.




Dados estatísticos indicam que mais de 80% das perturbações nas redes de distribuição são de natureza transitória, causada pela ação dos ventos e galhos de árvores, e apenas 20% são curtos-circuitos permanentes. Para que a continuidade de operação das redes seja a máxima possível, a proteção deve isolar o segmento de linha afetado, preservando o restante do sistema. Nesse contexto, aplicam-se os religadores e seccionalizadores, foco desse guia.

O levantamento é composto por duas tabelas. A primeira apresenta as características dos religadores, que são dispositivos de manobra e proteção destinados a resolver problemas transitórios. Quando identifica uma corrente de falta, em geral um curto fase-terra, o religador inicia um ciclo de manobras de abertura e fechamento, com intervalos de tempo programados. Caso o defeito seja transitório, o religador fecha após sua extinção. Caso seja permanente, ele permanece aberto até que o defeito seja sanado, podendo ser rearmado por comando local ou remoto. Religadores podem ser uni ou tripolares, isolados a ar, a vácuo ou SF6, e devem ter capacidade de interrupção compatível com o nível de curto-circuito da rede.

Já a segunda tabela lista a oferta de seccionalizadores, que são dispositivos de manobra e proteção aplicados em conjunto com disjuntores ou religadores. Na ocorrência de uma falta, o seccionalizador reconhece a corrente, permanece fechado, e inicia a contagem dos ciclos de abertura e fechamento do dispositivo instalado a montante — por exemplo, um religador. Se a falta é permanente e for atingido o número de ciclos programados no seccionalizador, ele abre, enquanto o religador estiver aberto, e secciona o trecho da linha a jusante. No próximo ciclo, o religador fecha e mantém energizada a linha a montante do seccionalizador, que só será rearmado após sanado o defeito. Note que, em virtude dessa lógica, os seccionalizadores nunca interrompem correntes de curto-circuito, dispondo apenas de capacidade de estabelecimento para fechar com a rede em regime normal.

As empresas que responderam ao questionário enviado pela equipe de pesquisas da EM estão relacionadas em ordem alfabética nas tabelas a seguir, acompanhados das características de suas res­pectivas ofertas e números de telefone para atendimento aos clientes.







Compartilhe:


religador media tensão, religador mt, seccionalizador media tensão, seccionalizador mt, fabricante, importador, unipolar, tripolar, vacuo, sf6, ar, oleo, tc integrado, sensor tensão integrado, interface comunicação, usb, rs485, rs232, optica, logica integrada smart grid, norma, ieee c37.60, iec 60529, iec 60068, iec 61109, iec 62271-111


Voltar